Um lugar para correr no Ourense: Paseo do Barbaña

Muito perto do Grelo Hostel existe um pequeno passeio pelo rio, muito utilizado para correr ao longo do rio Barbaña. Pode voltar a percorrer ambas as margens do rio e é um caminho de terra batida a 90%.

Vamos conhecer esta pequena jóia de Ourense.

Como chegar ao lugar para correr:

Para lá chegar, basta deixar o Grelo, virar à esquerda para o beco e descer as escadas. Tem de continuar ao longo da Rua Lugo e chegar ao cruzamento com a Rua Progreso. Atravessar a passagem de zebra e continuar ao longo da Rua Marcelo Macías. Quando chegamos ao início da ponte atravessamos para o outro lado da rua pela passagem de zebra e descemos a rua lateral que desce até ao rio Barbaña.

La imagen tiene un atributo ALT vacío; su nombre de archivo es IMG_20190621_190526-1024x1024.jpg
Esta é a rua lateral que se desce ao atravessar a calçada da ponte.

Quando chegarmos ao rio, veremos uma ponte e de cada lado o início da caminhada do rio. Para iniciar um passeio ou uma corrida, pode-se tomar o caminho que sai pela esquerda, antes de atravessar a ponte.

É um circuito “circular”, por isso vai-se por uma estrada e volta-se para a outra.

Quando se toma a da esquerda, a sua extremidade é uma escada muito íngreme, sobe-se e, quando se chega ao topo, vira-se à direita, desce-se uma encosta e chega-se ao outro caminho que se encontra na margem oposta.

Se para iniciar o percurso, preferiu começar pela estrada que passa a ponte, chegará ao mesmo ponto, naquela encosta que quando termina vira à esquerda e desce as escadas para regressar.

Ao longo do caminho, você encontrará várias pontes para dar a volta mais cedo sem problemas.

La imagen tiene un atributo ALT vacío; su nombre de archivo es IMG_20190621_184155-1024x1024.jpg
Rota espectacular, não é?

Toda esta rota que há perto do Grelo para correr na Barbaña, é de terra e ao longo do rio você poderá ver flora diversificada de margem bastante característica de Ourense e também algo de fauna. Dependendo da época do ano, será mais ou menos exuberante.

De um lado temos salgueiros, anciãos e bétulas, choupos e plantas de vime. Estas são as árvores e arbustos mais reconhecíveis. E da fauna, o pato-real, que se reproduz na Barbaña, pássaros negros, caudas brancas, pintarroxos, tintureiros.

La imagen tiene un atributo ALT vacío; su nombre de archivo es IMG_20190621_182120-1024x768.jpg
Um par de patos pato-real, lavancos em galego.

Máis informações en https://www.rios-galegos.com/vidario0.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top